Site Loader

Se você teve interesse nesse artigo é sinal de que costuma procrastinar em suas tarefas. Esperamos que você não tenha chegado até aqui em um desses momentos. Mas, fique tranquilo! Você não é o único. Aliás, pelo contrário. Um estudo realizado em 2014 provou que o ato de procrastinar está em nosso DNA e foi aprimorada por milhões de anos. Isso vem desde os nossos ancestrais primitivos que não faziam planos a longo prazo, pois estavam mais preocupados com sua sobrevivência, saciando, primeiramente, suas necessidades básicas.

Dessa forma, nós, humanos, desenvolvemos um instinto de reagir a estímulos imediatos, perdendo a concentração na atividade que estamos fazendo para nos preocuparmos com uma perturbação momentânea. O urgente supera o importante. Contudo, ainda que isso seja inerente a nossa existência, o ato de procrastinar sabota nossos planos e nos impede de alcançar grandes objetivos, uma vez que vamos adiando tudo em troca de prazeres momentâneos.

Por isso, se você precisa de ajuda para procrastinar menos, confira as dicas que separamos!

1 – Torne seu ambiente propício a realização de seus objetivos

Sendo a procrastinação uma característica intrínseca a nós, é natural que tenhamos que criar artifícios externos para combatê-la. O ideal, então, é que você se afaste de tudo aquilo que tem potencial para distraí-lo ou tirá-lo do foco. Se o objetivo é finalizar um relatório e as redes sociais são empecilho, desconecte sua internet e deixe o celular longe do alcance das mãos. Se a meta é perder peso, não deixe guloseimas por perto.

2 – Divida uma grande meta em pequenos objetivos

Correr uma maratona é difícil, é um desafio. Se você não tem preparo físico para tal, é provável que não faça. No entanto, para a conclusão desse objetivo maior várias pequenas realizações precisam acontecer, como: comprar um tênis e roupas adequadas, treinar diariamente, manter uma alimentação balanceada. Ou seja, é preciso focar na simplicidade do de cada passo dessa realização, para que você possa cumpri-la sem ter que pensar muito. Fazendo isso, uma coisa de cada vez, logo logo você terá conquistado objetivos que antes considerava inimagináveis.

3 – Defina um tempo para cada uma dessas pequenas tarefas

Agora que você já sabe que é preciso dividir as grandes metas em pequenos objetivos, é necessário que você encontre maneiras de realizá-los sem procrastinar. Afinal, para um bom procrastinador qualquer pequena atividade é motivo para procrastinar. Defina o tempo ideal para realizar essa tarefa e foque 100% da sua atenção nesse objetivo (vale usar a dica número 1, para facilitar esse processo). Quando finalizar, descanse (por não mais de 15 minutos) e depois volte ao foco. Esses mini presentes, como um descanso ou café, podem servir de motivação para o seu trabalho.

4 – Tenha tudo planejado

Se você precisa criar um ambiente propício para a realização de seus objetivos, então, o planejamento de suas tarefas é essencial. Se você não deixa suas atividades já, é provável que perca mais tempo para realiza-las e consequentemente procrastine mais. Escolha três tarefas importantes para fazer por dia e já deixe tudo preparado para realiza-las no dia anterior. Por exemplo, se o objetivo é ir à academia, deixe suas roupas e lanche arrumados antes.

5 – Não confie no seu “eu do futuro”

“Quero passar em um concurso, mas vou começar a estudar só no mês que vem. Vou estudar 6 horas por dia para conseguir.” Se você costuma confiar demais em você mesmo, mas apenas em relação ao futuro, é hora de repensar suas atitudes. Se hoje, você não estuda 6 horas por dia, o que te faz pensar que estudará daqui há um mês? O seu “eu do futuro” não é mais capaz do que o seu “eu do presente”. E é provável que ele também não esteja em condições mais favoráveis, pois ele cai nas mesmas armadilhas que você. A Netflix, o Facebook e o Youtube continuarão sendo empecilhos para os estudos no mês que vem. O autoconhecimento é o caminho para evitar esse tipo de sabotagem.

Saudações,

Autor do Post: Gilberto Britto

Mais de 25 anos de experiência no mercado imobiliário, corretor, administrador, Avaliador e Perito Forense Imobiliário e Ambiental, Imortal e Embaixador da Academia de Letras do Brasil, Bacharel em Ciência da Computação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Pós-Graduado em Análise de Negócios e da Informação pelo Instituto de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Mestre em Filosofia e Literária e Doutor em Filosofia e Psicologia pela Emill Brunner University e Association American World Universities and Colleges – AAWUC, Técnico em Transações Imobiliárias (TTI) pelo Instituto Arnaldo Prieto do Rio de Janeiro, Avaliador e Perito Imobiliário e Ambiental pela Unimóveis de Minas Gerais, Certified International Property Specialist pela National Association of Realtors, Personal & Professional Coaching e Certified Executive Coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching, Professional Coaching Practitioner pela ABRACOACHING, Assessment Alfa pela Worth Ethic Corporation, sólida carreira marcada em empresas de porte, palestrante, coach. Atualmente é Diretor do Grupo Britto, Conselheiro e Membro da Comissão de Ética e Fiscalização Profissional do CRECI/MG, Consultor e Professor em instituições de ensino superior, Agente de Propriedade Industrial do INPI, Membro e Professor da CMI/SECOVI-MG e SINDUSCON-MG, Membro do Comitê Brasileiro e Organismo de Normalização Setorial da ABNT (Construção Civil, Informação e Documentação), Membro da International Coach Federation. Foi agraciado pelo Centro Nacional de Formação Superior Ibero-Americano e pela Academia de Letras do Brasil com o Grau Honorífico de Catedrático em Avaliação e Perícia de Imóveis e também Tópicos Especiais de Engenharia. Ministra cursos nas áreas de gestão empresarial, construção civil, engenharia, avaliação e perícia imobiliária e ambiental, real estate e coaching.