Site Loader

Pensando em colocar seu imóvel à venda ? Pode até parecer fácil, mas a verdade é que a venda de um imóvel é cercada por pequenos detalhes que podem por tudo a perder – ou agilizar o tempo de negociação. Isso só vai depender da forma como todo o processo é conduzido.

 

1 – Escolha da imobiliária ou do corretor de imóveis é fundamental

 

O processo de venda de qualquer imóvel envolve muitos aspectos financeiros, emocionais e burocráticos, por isso o planejamento é fundamental. Antes de colocar seu imóvel no mercado é preciso ter consciência de que a orientação qualificada reduz riscos e otimiza o tempo de negociação.

 

Procure estabelecer uma relação de confiança com a imobiliária ou corretor de imóveis, a final eles serão o seu representante legal e tem tanto interesse em que tudo corra bem quanto você. Uma dica para agilizar o processo é oferecer exclusividade na venda, o que fará com que seu imóvel seja tratado como VIP.

 

Isso significa que ele terá esforços voltados exclusivamente para ele, assim como toda uma estratégia de venda e divulgação. Afinal, exclusividade gera comprometimento. Acompanhe todo o processo mas lembre-se que só a imobiliária e o corretor imobiliário tem o conhecimento necessário para fazer o melhor negócio em seu nome.

 

2 – Certifique que a documentação está toda regularizada

 

Como está a documentação do imóvel? Tem certeza que ela está toda regularizada? Se tiver dúvida, peça ajuda à imobiliária ou ao corretor de imóveis para checar e ajudá-lo a regularizar qualquer débito ou trâmite antes de colocar seu imóvel à venda. Assim você evita percalços pelo meio do caminho e ou que acabe perdendo um bom comprador por causa de algum detalhe não visto com antecedência.

 

3 – Estabeleça um preço justo ao colocar seu imóvel à venda

 

É importante ter uma expectativa realista do valor do imóvel. De acordo com as estatísticas, o tempo médio de venda é de seis a oito meses, mas pode ser maior se você pedir um preço acima do mercado.

 

Para evitar “achismos”, a dica é contratar uma avaliação imobiliária profissional, que levará diversos fatores para estabelecer um valor justo, consonante com os imóveis semelhantes na sua região, mas também com as particularidades do seu.

 

Mais vagas na garagem, proximidade com o metrô e condomínio com área de lazer são alguns itens que fazem o preço subir. É sempre bom lembrar que a avaliação só pode ser feita por corretores imobiliários especializados.

 

4 – Ajude seu corretor de imóveis a fazer uma boa divulgação do imóvel

 

Você já deve ter ouvido que a divulgação é a alma do negócio – e é mesmo. Por isso ajude o corretor prestando todas as informações possíveis sobre documentação, estado e características do imóvel. Ele montará uma estratégia de divulgação específica para que quando colocar seu imóvel à venda consiga que o público-alvo certo seja atingido.

 

Forneça plantas, disponibilize cópia de documentos, abra o imóvel para fotografias, e, principalmente, não esconda nada que possa prejudicar a negociação com um possível comprador lá na frente. Todo o negócio deve ser baseado em ética, honestidade e confiança.

 

5 – Faça uma vistoria completa e determine a necessidade de reforma

 

Reformar para vender? Sim, muitas vezes é bem mais lucrativo do que vender o imóvel no estado atual. Mas, para isso, vale a opinião de um profissional. Antes de colocar seu imóvel à venda faça uma vistoria para determinar que intervenções são necessárias para que o imóvel fique em bom estado.

 

Foque principalmente em problemas estruturais, redes elétricas e hidráulicas. Conserte vazamentos, janelas e portas, troque revestimentos muito castigados que dão a impressão de abandono, e pinte todo o imóvel para melhorar ainda mais a estética. Dificilmente alguém fechará negócio sabendo que terá problemas em pouco tempo.

 

6 – Mantenha uma parceria de confiança com a imobiliária ou o corretor de imóveis

 

Esteja acessível sempre que for pedida alguma informação extra, um documento ou a sua presença para sanar alguma dúvida. Estabelecendo uma parceria de confiança com a imobiliária é possível otimizar o tempo de negociação com futuros compradores e ajudar seu corretor a prestar o melhor atendimento.

Autor do Post: Gilberto Britto

Mais de 25 anos de experiência no mercado imobiliário, corretor, administrador, Avaliador e Perito Forense Imobiliário e Ambiental, Imortal e Embaixador da Academia de Letras do Brasil, Bacharel em Ciência da Computação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Pós-Graduado em Análise de Negócios e da Informação pelo Instituto de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Mestre em Filosofia e Literária e Doutor em Filosofia e Psicologia pela Emill Brunner University e Association American World Universities and Colleges – AAWUC, Técnico em Transações Imobiliárias (TTI) pelo Instituto Arnaldo Prieto do Rio de Janeiro, Avaliador e Perito Imobiliário e Ambiental pela Unimóveis de Minas Gerais, Certified International Property Specialist pela National Association of Realtors, Personal & Professional Coaching e Certified Executive Coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching, Professional Coaching Practitioner pela ABRACOACHING, Assessment Alfa pela Worth Ethic Corporation, sólida carreira marcada em empresas de porte, palestrante, coach. Atualmente é Diretor do Grupo Britto, Conselheiro e Membro da Comissão de Ética e Fiscalização Profissional do CRECI/MG, Consultor e Professor em instituições de ensino superior, Agente de Propriedade Industrial do INPI, Membro e Professor da CMI/SECOVI-MG e SINDUSCON-MG, Membro do Comitê Brasileiro e Organismo de Normalização Setorial da ABNT (Construção Civil, Informação e Documentação), Membro da International Coach Federation. Foi agraciado pelo Centro Nacional de Formação Superior Ibero-Americano e pela Academia de Letras do Brasil com o Grau Honorífico de Catedrático em Avaliação e Perícia de Imóveis e também Tópicos Especiais de Engenharia. Ministra cursos nas áreas de gestão empresarial, construção civil, engenharia, avaliação e perícia imobiliária e ambiental, real estate e coaching.