Site Loader

A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo”. A frase de Nelson Mandela faz alusão ao importante papel da educação como mecanismo de mudança na sociedade. Nessa perspectiva, a disciplina concedida a população, torna possível uma sociedade mais honesta, menos violenta e que busca o conhecimento. Certamente, para que ocorram todas as mudanças necessárias através da educação, o apoio do Estado é indiscutível.

No Brasil casos que envolvam a falta de honestidade na população se tornam cada vez mais comuns, como as pequenas corrupções e furtos. Nesse sentido, durante o processo pedagógico do cidadão, há uma falha em conscientizá-lo das consequências de determinadas atitudes, formando pessoas que não dão a devida importância das consequências de suas atitudes. Também, outro efeito perceptível é a falta de interesse por pesquisa, conhecimento, instrução e mentoria.

Pesquisas já comprovaram a importância da leitura, assim como a relevância de estar sempre em busca de conhecimento. A falta de incentivo à leitura na nação, corrobora para a construção de uma sociedade insipiente. A educação e o incentivo aos estudos, certamente, forma uma sociedade mais honesta, conhecedora de seus direitos e deveres, mais consciente com a preservação do meio ambiente e defensora dos seus direitos e deveres democráticos.

A problemática de tornar a educação como mecanismo de mudança na sociedade, portanto, trata-se de uma imperfeição que deve ser solucionada gradativamente. Sendo assim, o Ministério da Educação deve implementar aulas que conscientizem os estudantes sobre o seu papel na sociedade e promova eventos que envolvam toda a família, que aborde assuntos relacionados a cidadania, honestidade, etica e democracia. Além disso, as Famílias devem orientar os seus filhos sobre seus deveres e direitos, incentivando a desenvolverem o pensamento crítico e ético.

Autor do Post: Gilberto Britto

Mais de 25 anos de experiência no mercado imobiliário, corretor, administrador, Avaliador e Perito Forense Imobiliário e Ambiental, Imortal e Embaixador da Academia de Letras do Brasil, Bacharel em Ciência da Computação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Pós-Graduado em Análise de Negócios e da Informação pelo Instituto de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Mestre em Filosofia e Literária e Doutor em Filosofia e Psicologia pela Emill Brunner University e Association American World Universities and Colleges – AAWUC, Técnico em Transações Imobiliárias (TTI) pelo Instituto Arnaldo Prieto do Rio de Janeiro, Avaliador e Perito Imobiliário e Ambiental pela Unimóveis de Minas Gerais, Certified International Property Specialist pela National Association of Realtors, Personal & Professional Coaching e Certified Executive Coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching, Professional Coaching Practitioner pela ABRACOACHING, Assessment Alfa pela Worth Ethic Corporation, sólida carreira marcada em empresas de porte, palestrante, coach. Atualmente é Diretor do Grupo Britto, Conselheiro e Membro da Comissão de Ética e Fiscalização Profissional do CRECI/MG, Consultor e Professor em instituições de ensino superior, Agente de Propriedade Industrial do INPI, Membro e Professor da CMI/SECOVI-MG e SINDUSCON-MG, Membro do Comitê Brasileiro e Organismo de Normalização Setorial da ABNT (Construção Civil, Informação e Documentação), Membro da International Coach Federation. Foi agraciado pelo Centro Nacional de Formação Superior Ibero-Americano e pela Academia de Letras do Brasil com o Grau Honorífico de Catedrático em Avaliação e Perícia de Imóveis e também Tópicos Especiais de Engenharia. Ministra cursos nas áreas de gestão empresarial, construção civil, engenharia, avaliação e perícia imobiliária e ambiental, real estate e coaching.