Site Loader

É difícil encontrar entre síndicos e moradores, alguém que não deseja uma gestão eficiente para o seu condomínio. Mesmo que a função seja exercida por um condômino, o síndico deve encarar as atividades com extremo profissionalismo. Isso gera uma boa gestão do condomínio e, consequentemente, uma boa convivência entre moradores.

Boa comunicação

Assim que eleito, o síndico deve definir por onde se comunicará com os condôminos e moradores. Seja por redes sociais, cartazes em murais ou por algum sistema para comunicação de condomínio. Não importa, depois de definido todo e qualquer comunicado da administração para o condomínio deve ser feita por ali. Essa prática facilita e torna a comunicação mais clara e objetiva, diminuindo os ruídos de comunicação. Ou seja, o morador sabe onde encontrar informações sobre o que acontece no condomínio em caso de dúvida.

É por este canal de comunicação oficial do condomínio que o síndico fará também a comunicação individual e privada com os moradores. Isso auxilia na centralização das informações fazendo com que o síndico não esqueça da demanda de ninguém.

A boa comunicação não se dá apenas pela definição e centralização da comunicação. Mas também por meio de informes claros e objetivos com linguagem adequada. O síndico deve ser alguém que se comunica com facilidade com diferentes grupos de pessoas. Tal habilidade lhe ajudará a exercer com maestria a mediação de conflitos entre condôminos e também a fazer a gestão dos funcionários.

Planejamento

Para um síndico ter sucesso e uma gestão eficiente, é fundamental que ele tenha planejamento. O planejamento das ações para o seu período como síndico, deve ser uma das primeiras atividades a serem feitas após eleito.

Quando for elaborar o planejamento, o síndico deve inserir as atividades de rotina do condomínio, como as manutenções preventivas, e as melhorias propostas por ele durante a sua candidatura. Priorize estas benfeitorias de acordo com o que os moradores acreditam que seja mais importante. Utilizando um planejamento, o dia a dia do síndico fica mais organizado e ele saberá exatamente quando tem que fazer cada uma de suas atividades, bem como acompanhar a evolução da administração do condomínio e compartilhá-la com os condôminos e moradores.

Tenha uma boa equipe de funcionários

O número de atividades do condomínio é muito alto e, na maior parte dos casos, necessita de conhecimentos específicos e técnicos. Logo, é essencial que o síndico tenha ao seu lado uma equipe qualificada e de confiança para a realização dessas tarefas.

Mas, atenção! Ter os melhores profissionais trabalhando para o condomínio não é o suficiente. É preciso que o síndico saiba liderar a equipe, conhecendo cada funcionário. Ou seja, suas forças e fraquezas conseguindo trabalhá-las a fim de fazer com que o funcionário evolua e faça entrega ainda mais excelente.

Atenção à segurança do condomínio

O crescimento exponencial do número de condomínios no Brasil se dá, principalmente, pela busca das pessoas por segurança. Elas, atualmente, não se sentem seguras em suas próprias casas e acreditam que essa mudança de casa para condomínio faça com que elas se sintam protegidas da violência das ruas. Por isso, é dever do síndico garantir a segurança dos moradores e do empreendimento.

Invista em equipamentos e tecnologias que auxiliam, porteiros, vigias e os próprios moradores a manter o condomínio seguro. Estes podem ser desde um treinamento para toda a equipe de portaria, instalação de câmeras ou até mesmo um sistema para controle de entradas e saídas do condomínio.

Autor do Post: Gilberto Britto

Mais de 25 anos de experiência no mercado imobiliário, corretor, administrador, Avaliador e Perito Forense Imobiliário e Ambiental, Imortal e Embaixador da Academia de Letras do Brasil, Bacharel em Ciência da Computação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Pós-Graduado em Análise de Negócios e da Informação pelo Instituto de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Mestre em Filosofia e Literária e Doutor em Filosofia e Psicologia pela Emill Brunner University e Association American World Universities and Colleges – AAWUC, Técnico em Transações Imobiliárias (TTI) pelo Instituto Arnaldo Prieto do Rio de Janeiro, Avaliador e Perito Imobiliário e Ambiental pela Unimóveis de Minas Gerais, Certified International Property Specialist pela National Association of Realtors, Personal & Professional Coaching e Certified Executive Coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching, Professional Coaching Practitioner pela ABRACOACHING, Assessment Alfa pela Worth Ethic Corporation, sólida carreira marcada em empresas de porte, palestrante, coach. Atualmente é Diretor do Grupo Britto, Conselheiro e Membro da Comissão de Ética e Fiscalização Profissional do CRECI/MG, Consultor e Professor em instituições de ensino superior, Agente de Propriedade Industrial do INPI, Membro e Professor da CMI/SECOVI-MG e SINDUSCON-MG, Membro do Comitê Brasileiro e Organismo de Normalização Setorial da ABNT (Construção Civil, Informação e Documentação), Membro da International Coach Federation. Foi agraciado pelo Centro Nacional de Formação Superior Ibero-Americano e pela Academia de Letras do Brasil com o Grau Honorífico de Catedrático em Avaliação e Perícia de Imóveis e também Tópicos Especiais de Engenharia. Ministra cursos nas áreas de gestão empresarial, construção civil, engenharia, avaliação e perícia imobiliária e ambiental, real estate e coaching.