Site Loader
[google-translator]

A comunicação não violenta é um modelo de comunicação criado por Marshall Rosenberg, um psicólogo americano da Universidade de Harvard.

Baseia-se em quatro pilares que são:

1- O primeiro pilar do processo da comunicação se inicia com a observação sem avaliação e sem julgamento. Sem julgamentos e críticas, as barreiras à continuidade da comunicação são derrubadas, e as pessoas se escutam mais.

2- O segundo pilar é a identificação e expressão dos sentimentos. Saber expressar as emoções de forma clara e específica facilita a conexão e a empatia entre as pessoas que estão se comunicando.

3- O terceiro pilar  consiste no reconhecimento das necessidades escondidas por trás dos sentimentos. Tal atitude facilita a comunicação autêntica, além de alimentar a empatia, pois os sentimentos e as necessidades são universais.

4- O quarto pilar trata de fazer um pedido claro a respeito do que você precisa. Usando uma linguagem positiva, sem acusações ou cobranças permitimos que seja dado foco em ações concretas necessárias.

A Comunicação não violenta ou CNV proposta por Marshall objetiva aproximar as pessoas através de processos comunicacionais efetivos e eficientes, pautados na empatia e numa fala mais humanizada.

Prefiro chamar a CNV de comunicação pacífica, pois ela incentiva o diálogo de forma respeitosa, bem como reforça a cultura da paz, algo tão urgente e necessário nos dias atuais.

E aí, quer saber mais sobre Comunicação Não Violenta? Venha aprender mais sobre a CNV na Britto Escola Técnica. Você irá surpreender-se com os resultados.

Autor do Post: Ana Flávia Moutinho Ribeiro